San Andres – [08/02/2013] Bogotá

Minha maratona pra chegar a San Andres começa com um vôo RJ-SP tranquilo. Troquei uns dólares no Galeão pra evitar os perrengues com saques das últimas viagens.

A viagem para Bogotá teve a companhia de um simpático casal: ela de Fortaleza e ele colombiano mas com alma de brasileiro pois já vive há 20 anos no Brasil. Estava curtindo minha viagem quando minha amiga que sentava a meu lado não se conteve de me ver sozinha e puxou papo. Isso deu origem a uma animada conversa meio em português, meio em espanhol, cheio de palavras em italiano aqui e ali (inevitável! Agora consegui estragar o meu ralo espanhol e o meu principiante italiano… rsrs) até nosso destino em Bogotá. Pablo me deu várias dicas sobre sua terra. Tentou fortemente me convencer a não sair sozinha por Bogotá conforme meus planos. Disse que apesar de bem mais seguro agora, Bogotá ainda não é uma cidade tranquila para uma menina passear sozinha à noite. Eu tentei argumentar que era carioca, malandragem, coisa e tal, mas ele disse que não deveria fazer. Aconselhou-me a procurar um city tour noturno no próprio hotel. Me deu dicas sobre comidas típicas (sancocho, arepa, bandeja de paice, ajiapo, …), o café colombiano (que seria o melhor do mundo!) e me falou maravilhas de San Andres, o que só serviu pra me deixar mais ansiosa por chegar!

♦ Tive uma prévia do Juan Valdez no próprio avião e achei bem gostoso tomando com “crema”. O serviço de bordo da LAN é sensacional! Comi uma massa muito gostosa, tomei bastante vinho e estava tranquila, tranquila. 🙂 Como as coisas nem sempre acontecem da forma esperada pra mim, ainda mais em viagens, estava começando a ficar apreensiva com a chegada em Bogotá, se realmente haveria um taxista me esperando conforme prometido pela LAN.

Voo SP-Bogotá - melhor café do mundo
Voo SP-Bogotá – melhor café do mundo

Continue viajando aqui…

San Andres – dia-a-dia

08/02/2013

♦ 10:30 – Táxi pro Aeroporto = R$ 33,70

♦ 12:10 – Saída do vôo 1459 para São Paulo

♦ 13:00 – Chegada em Guarulhos

♦ Mc Donald’s = R$ 21,00 (Visa Vale)

♦ 15:30 – Saída do vôo 3506 para Bogotá

Continue viajando aqui…

San Andres

Período: 08/02/2013 a 16/02/2013

Cidades: Bogotá, San Andres e Providence (Colômbia)

Turma: eu, Bruno e Michelle
Continue viajando aqui…

Tunísia – [01/07/2012] Tunis, Cartago e Sidi Bou Saïd

♦ Tomei café da manhã pela última vez no Alcazar e num momento de distração o maitre veio me perguntar se eu estava pensando nele! Fiquei sem saber o que responder (pensei, agora estou, né?) e ele insistindo: “Diz que sim!”. Eu disse que sim, rs. Que louco esse lugar!

♦ Peguei o taxi de Mr. Habib junto com o chair da minha sessão, sua mulher e filho. O menino estava admirado por eu não falar francês. O pai disse que eu falava espanhol e perguntou que palavras ele sabia em espanhol: “Hola!”, “Barcelona!”. Ele não parou de dizer “Hola” pra mim ao longo do caminho. Rs

Continue viajando aqui…

Tunísia – [30/06/2012] El Jem

♦ Meus pezinhos estavam acabados das andanças do dia anterior, então coloquei chinelos pro meu passeio. Vesti uma calça capri e uma blusa de manguinha mais comportada. Desci pra tomar o café e confesso que estava meio tensa, pensando se seria morta ou sequestrada pra virar escrava branca no meio do caminho pra El Jem.

♦ Saí do hotel, com o papel com a placa do carro na mão me sentindo a própria 007. rs Estava tentando ser discreta mas assim que despontei na porta de fora do hotel, um cara do outro lado da rua começou a gritar e balançar os braços. Rs Era o Bird. Ele disse que só me esperava às 9:00 (faltava uns 10 minutos) mas que podíamos partir. Ele falava inglês, que bênção! O carro dele na verdade era uma van, com ar condicionado e confortável. Só ia eu. Sentei então no banco da frente e pegamos a estrada.

Continue viajando aqui…

Tunísia – [29/06/2012] Nabeul e Marina de Hammamet

♦ Não encontrei mais meus amigos italianos; nem trocamos emails. Comecei tomando meu café da manhã sozinha, como de costume, e depois Yaneli se juntou a mim. Disse que Ikhram não iria conosco pois tinha ido dormir tarde na noite anterior e não gostava mesmo do sol. Ela ficou com receio de incomodar e trouxe toda a sua bagagem pois iriam embora depois do almoço pra casa da família de Ikhram. Eu ofereci de ela deixar a bagagem no meu quarto e assim fizemos antes de tomar um taxi pra Nabeul.

♦ Além do turismo, as principais atividades econômicas da região são a agricultura e o artesanato de cerâmica. As laranjas de Nabeul são famosas e a cidade é um dos polos de cerâmica mais importantes, senão o mais importante, de toda a Tunísia. Na entrada da cidade, que é bem perto de Hammamet, tem um enorme vaso que parece de azulejos cheio de laranjas! Curioso, eu diria! O taxista nos deixou bem próximo à entrada da feira. A feira tem uma rua principal com lojas e barraquinhas de ambos os lados, e os souks (ruas estreitas, mais típicos e em alguns casos mais baratos, de mercados) nas laterais. Passamos por todas as partes. Comprei pratinhos de bronze que os artesãos entalham em mesinhas na rua mesmo, pulserinhas e Yaneli tirou mais fotos com os temperos. 🙂

Continue viajando aqui…

Tunísia – [28/06/2012] Hammamet, Kairouan, Monastir e Sousse

♦ De manhã cedo, não vi as meninas e me sentei sozinha pra tomar café da manhã. Mais tarde elas chegaram e me chamaram pra sentar do lado de fora do restaurante. É incrível como tem passarinhos nesse lugar! Ikrham não iria conosco a Hammamet porque participaria da conferência; era o dia dela apresentar. Mr. Habib veio falar comigo que conseguira um guia pra me levar na parte da tarde pra Kairouan, Monastir e Sousse. Sairia por US$ 100,00 pra mim. Torci o nariz mas topei: eu queria muito passear! Então as meninas se animaram de ir e já éramos três! Beleza! Marcamos pra 14:00 nossa saída.

Continue viajando aqui…